quinta-feira, 25 de maio de 2017

Nunca te vou esquecer, Miúdo! - CAPAZES



Escrevi este texto quando o Maurício entrou em morte cerebral  e eu esperava um milagre, como o golo do Kelvin. Hoje ao reler, percebi que não alteraria uma linha.

Morreu um homem de exceção que faz uma falta do caraças.

Texto Capazes ler aqui





Sem comentários:

Enviar um comentário

Da vida do corpo

Gostava de te puder contar coisas; que o sol já não se chama sol, nem a lua, lua nem os montes são mais habitados por flores nem por h...